domingo, 23 de dezembro de 2012

Lagostina

Acho que acabei de fazer uma loucura, aquelas coisas de impulso, se fosse  uma criança tudo bem, mas eu !. 

Época de natal, cartão de crédito prestes à estourar o limite ... . Bem antes que a caixa da loja me informe da mensagem que está aparecendo no seu terminal - "compra não autorizada", resolvi ver com outros olhos a vitrine daquela loja de coisas para cozinha Home & Cooks. Dava pra ver, algo me chama a atenção, ela estava bem alí, reluzente, esperando um comprador. 

Entrei na loja, pedi - aquela frigideira da vitrine, sim a Lagostina. Preço ? - nem quis saber. Naquele momento o valor já não me importava mais, o sonho era maior que a dívida que estava contraindo e ponto final. Sonho realizado. 

Depois da loucura, espero que ela me ajude bastante na minhas novas incursões pelo mundo das panelas. 

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Tomate em calda doce

Tomate em calda doce parece estranho prá você ?  - eu também achava. É muito melhor do que eu imaginava. Comi outro dia no La Frontera, restaurante uruguaio na região de Higienópolis.
Gostei e resolvi me aventurar.

Ingredientes:
200 gr  tomates sweet grape ou cereja
200 ml água
200 ml vinho branco
250 gr açúcar
Canela em pau (q.b.)
Cravo (q.b.)

Preparo:

Tirar a pele do tomate:
Fazer um corte (um risco) em cruz na parte de baixo do tomate
Colocar por um minuto na água fervente
Retire o tomate e coloque num bowl com água gelada (choque térmico para parar o cozimento)
Retire a pele do tomate
Pressione delicadamente o tomate para tirar parte das sementinhas
Reserve

Calda:
Ferver o cravo e a canela
Colocar o vinho, deixar ferver
Colocar o açúcar
Mexer até formar uma calda

Finalização:
Colocar os tomates na calda
Cozinhar em fogo baixo por 20 minutos
Deixar esfriar

Utilização:
Como sobremesa para acompanhar queijos
- camembert
- brie
-muzzarella de leite de búfala

domingo, 9 de dezembro de 2012

Salada de Grão de Bico

Estou fazendo regime, pelo menos tentando, comecei na última segunda-feira, dia mundial do início de todo e qualquer regime. Nessas ocasiões - que sempre duram muito pouco - nada melhor do que uma salada. Das verdes, cansei, de tomate, também. Gosto de grão de bico, então vamos de salada de grão de bico.

Ingredientes:
500 g de grão de bico
2 dentes de alho picado
3 colheres de sopa de salsinha e cebolinha picada
4 colheres de sopa de azeite extra-virgem
2 colheres de sopa de mostarda amarela
3 colheres de chá de açúcar
Suco de um limão siciliano
Pimenta (q.b.)
Sal (q.b.)

Molho:
Bater bem a mostarda, o limão e o azeite
Colocar o açúcar, pimenta sal e o alho

Modo de fazer:
Cozinhar o grão de bico "al dente", escorrer e secar bem
Colocar o molho
Salpicar com a salsinha e a cebolinha.

domingo, 2 de dezembro de 2012

Bacalhau com Pinhole

Não fazia esse bacalhau há algum tempo. É um dos meus preferidos. Nada de molho de tomate, pimentão e cebolas - a cebola que vai nele, fica com um saber meio caramelizado, doce, mas é mais decorativa - apenas o lombo de bacalhau cozido no azeite virgem. Além do ótimo sabor, o prato acaba ficando muito bonito pelas cores dos ingredientes utilizados. Para acompanhar, vinho branco, chileno, Queulat Sauvignon Blanc, Gran Reserva da vinícola Ventisquero.

Ingredientes:
1 kg lombo de bacalhau (congelado e dessalgado)
800 g batata em fatiada em rodelas
50 g de alcaparras
50 g de Pinhole
4 ovos cozidos
8 mini cebolas
8 unidades de tomate cereja ou sweet grape
Salsinha picada para decorar
Pimenta de sua preferência (reino, páprica picante, pimenta verde, dedo-de-moça)
Sal a gosto

Preparo:
Bacalhau - descongelar o bacalhau, tirar as espinhas e a pele das postas de bacalhau. Dica: colocar a posta em água fervendo por meio minuto, a pele e as espinhas sairão mais facilmente.
Batata - cozinhar as batatas com a casca na panela de pressão até que a panela comece a "chiar". Colocar imediatamente em água gelada ou deixar em água corrente até esfriar. Descascar, e fatiar em rodelas de 0,5cm.
Mini-Cebola - cortar ao meio, esquentar bem uma frigideira, colocar as mini-cebolas com a parte reta virada para baixo, colocar um fio de azeite, e deixar até que fiquem douradas.
Pinhole - esquentar bem uma frigideira, colocar os pinholes mexendo sempre, até que fiquem dourados.

Modo de fazer:
Numa travessa, colocar um pouco de azeite.
Forrar o fundo e as laterais da travessa com batata
Colocar as postas de bacalhau
Colocar a alcaparra
Colocar azeite até a metade da altura das postas
Cobrir com papel alumínio
Levar ao forno, pré-aquecido à 170º por 30 minutos

Montagem:
Acertar o sal
Colocar o Pinhole, o tomate, a cebola, os ovos em rodelas.
Salpicar com a salsinha


sábado, 24 de novembro de 2012

Siri com leite de coco

Sábado à noite, quase 21h00, e a fome chegou. Sem vontade de sair de casa fui para a geladeira ver o que tinha de bom. Peguei uns pimentões, no freezer um pacotinho de siri congelado, no armário o leite de coco e a latinha de extrato de tomate. Descongelei o siri, fiz um arroz - não sei fazer arroz, faço no microondas ou na panela de arroz, e na panela de arroz ele fica sempre empapado, como o de hoje -, na verdade o prato principal era o siri, o arroz era só o acompanhamento.

O prato principal ficou ótimo, servi na própria frigideira que fica mais charmoso e menos coisa prá limpar. É sempre assim preparo os ingredientes que vou utilizar na receita, cozinho, sirvo, como e lavo a louça. Depois de tanta lamentação vamos à receita.


Ingredientes:
400g de filé de siri
30ml de azeite extra-virgem
4 dentes de alho picado
80g de cebola
80g de pimentão verde
80g de pimentão verde
80g de pimentão verde
2 colheres de sobremesa de extrato de tomate
2 colheres de coentro picado
200ml de leite de coco
2 pimentas de cheiro ou tabasco
Suco de um limão

Dica:
Fatiar a cebola e os pimentões em fatias bem fininha
Coentro: colocando o coentro junto com o refogado o sabor do coentro fica mais suave. Se colocar o coentro no final do preparo do prato o sabor do coentro fica mais forte - eu prefiro assim.
Pimenta:ao invés do molho de pimenta Tabasco, pode ser utilizada outra pimenta de sua preferência: dedo-de-moça, pimenta de cheiro, pimenta do reino verde etc ...

Modo de Preparo:Aqueça bem a panela, coloque o azeite
Refogue primeiro a cebola, o alho, em seguida acrescente os pimentões e deixe refogar até amolecere os pimentões
Coloque o siri nesse refogado e misture bem
Coloque o leite de coco, o molho de tomates e o coentro.
Cozinhe até o leite de coco começar a ferver
Acrescente o suco de limão
Espere cozinhar um pouco, acerte o sal, coloque a pimenta desligue o fogo, e sirva.





 

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Chocolate Marquise

Continuando meu 15 de novembro em casa ... folhando meu livro de receitas, um doce me chamou a atenção. Não sou muito fã de bolos recheados, não que eu não coma doces, mas os meus preferidos são geléias, compotas, bolos simples, fubá, milho, laranja, ou apenas barras de chocolate. Selecionei algumas receitas com chocolate amargo, e resolvi me aventurar a fazer um chamado Chocolate Marquise, um doce muito parecido com uma musse, aliás ficou muito bom !, mas vamos lá à receita:

Ingredientes
400g chocolate amargo
175g manteiga
160g glaçúcar peneirado
6 colheres de sopa cacau,
mais cacau para polvilhar
6 gemas
500ml creme de leite fresco
Framboesas para decorar
Mirtilos para decorar

Preparo da forma
Forrar uma forma para bolo ingles, retangular alta, com película aderente "rolopack"

Modo de fazer
Bater o creme de leite fresco até ficar firme (chantilly), reservar.

Num bowl, coloque o chocolate, a manteiga, o açúcar, o cacau para derreter em banho maria no fogo baixo, mexendo sempre.

Coloque as gemas num bowl com o chocolate derretido mexendo até que se misture por comleto.

Misture o chantilly com a mistura de chocolate derretido, mexendo devagar, de baixo para cima, como se estivesse dobrando a mistura, até ficar bem homogênea.

Passar pela peneira (opcional)

Despeje na forma preparada. Esfriar na geladeira por 4 horas, ou até endurecer. Desenforme com cuidado, retire a película aderente.

Use uma faca aquecida em água quente para fatiar o doce e sirva com framboesas, mirtilos, povilhado com o chocolate em pó.


... novas fotos 7, nov, 15 ...





 



Torta de 2 queijos

Feriadão de 15 de Novembro, vamos brincar com as panelas. 

A experiência da tarde foi a torta de queijo. A massa é sempre a mesma, farinha com manteiga e sal, o que varia é o recheio. O que eu tinha na geladeira era o Emental e o Masdan, mas pose ser feita com qualquer outro tipo de queijo, ou ainda pode colocar um espinafre, ou tomate picadinho, que com os queijos vai muito bem. Ai vai da imaginação de quem tiver no comando do fogão !.


Massa
200g Farinha de trigo
150g Manteiga salgada

Recheio
500g Queijo Masdan ralado (ralo grosso)
200g Queijo Emental ralado (ralo grosso)
2 Colheres de sopa de manjericão seco ou orégano 
1 Lata de Creme de Leite
Pimenta do reino a gosto

Modo de fazer

Massa
Misturar a farinha com a manteiga até ficar uma massa 

Espalhar a massa numa forma de fundo falso
Deixar bem uniforme (utilize as costas de uma colher)
Deixar na geladeira por 20 à 30 minutos

Recheio
Misturar os queijos, o creme de leite e o manjericão
 
Colocar o recheio sobre a massa.
Levar ao forno, pré-aquecido até que o queijo derreta e comece a dourar.
 
Sugestão: servir acompanhada de geleia de pimenta vermelha.
 
Obs.: usei uma forma de fundo falso de 28cm de diâmetro. Para a torta ficar mais alta, utilize uma forma de diâmetro menor.
 

sábado, 20 de outubro de 2012

Fettuccine com camarão e tomate fresco

Olá, depois de um longo tempo sem postar minhas receitas, não que eu não tenha feito mais nada nesse período, é que arrumei várias desculpas para não escrever mais por aqui.

Pois bem, hoje me deu vontade de comer uma massa com camarão, ai veio a idéia de fazer com os ingredientes que eu tinha na geladeria. Pelo fato de ser uma receita experimental que eu tinha em mente, fiz uma porção pequena, só para mim. Ai vai a receita.

Para uma pessoa ou duas pessoas com pouca fome.

Ingredientes:
100g Massa fresca (fettuccine)
14 peças de Camarão
150ml Creme de Leite freso
1 colher de chá de alho picado
1 colher de sopa de Manjericão
1 colher rasa de café de Orégano

1 Tomate picado sem semente e sem pele
1 colher sopa de Manteiga salgada
3 colheres de sopa de Azeite
Pimenta do reino a gosto 
Sal a gosto
 


Preparo:
Cozinhar a massa por 3 minutos, passar na água fria, escorrer e reservar.

Temperar o camarão com sal e pimenta do reino
Refogar o alho na manteiga e azeite
Refogar o camarão por dois à três minutos, reservar (se utilizar camarão pré-cozido, não precisa refogar o camarão)
Refogar o tomate na mesma frigideira em que refogou o camarão
Colocar o creme de leite
Quando começar a ferver, baixar o fogo, colocar os camarões cozinhar por um minuto.
Saltear a massa na frigideira em que está cozinhando o molho
Deixar por mais 3 minutos, e
Salpicar a massa com salsinha fresca.

Servir.



 

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Sábado à noite no Rolando Massinha

Sábado, 18, voltei para experimentar as deliciosas massas do Vanucci, dessa vez acompanhado pela minha família e amigos.

Dessa vez acertei o horário, a Kombi-Cantina estava lá na esquina da Sumaré com Caiubi.

Depois de algum tempo chegou o Vanucci, foi de mesa em mesa cumprimentar as pessoas que alí estavam. Interessante a rotatividade da cantina, as mesas não ficam vazias um minuto sequer.

Conhecia o Vanucci apenas por celular, que naquela oportunidade parecia ser super simpático, qualidade que se mostrou também pessoalmente.

Conversamos durante alguns minutos, disse sobre novos projetos "truck-food" que pretende instalar, nos próximos meses, em outros bairros com outras culinárias, além de confessar também de ser amante da "blooming onion", a famosa cebola crocante do Outback.

Não deixe de conhecer a Kombi-Cantina do Rolando Massinha. Vale à pena !.

sexta-feira, 6 de julho de 2012

A Kombi do Rolando Massinha


Depois de ler alguns artigos sobre o Street Chef Rolando Massinha e vê-lo dando entrevista em vários programas de TV, resolvi ir conferir o seu trabalho.

Não vou repetir aqui a história do Rolando Vanucci, a qual você pode ver no seu site www.rolandomassinha.com.br. Me desloquei até a Rua Caiubi com Avenida Sumaré e não encontrei a tal da Cantina-Kombi. Por um instante achei que tinha perdido a viagem, mas como tinha anotado o número de um celular que tem no site, arrisquei, e para minha surpresa o próprio Rolando me atendeu e disse que a Kombi só fica lá na esquina das 19h00 às 06h00, mas que se eu estivesse próximo, poderia ir experimentar suas famosas massas na Rua Dr. Homem de Mello, 960.  

Escolhemos as nossas massas, todas preparadas na hora, Tortelli de mozzarella com orégano e molho ao sugo, e Nhoque recheado com quatro queijos e molho a bolonhesa. As massas são  em bandeijinhas descartáveis dentro de uma cestinha de vime acompanhadas com uma fatia de pão italiano e um sachê de queijo parmesão.

Resumindo a comida é realmente tudo ou muito mais do que aquilo que se fala, é muito boa, além do ótimo atendimento dado pelos seus simpáticos funcionários Lúbia e Haroldo.

Vou voltar, mas da próxima vez vai ser durante à noite para experimentar suas massa servidas diretamente da Kombi com mesinhas na calçada.

Pelas informações do Haroldo, o Rolando estará inaugurando, em breve, um novo restaurante, também no bairro das Perdizes.

Endereços
Kombi, Avenida Sumaré, 1089 com a Rua Caiubi
das 19h00 às 06h00

Restaurante, Rua Dr. Homem de Mello, 960
das 10h00 às 15h00


A Kombi parada em frente ao restaurante


A frente do restaurante da Rua Dr. Home de Mello

Nhoque à Bolonhesa

Tortelli ao Sugo

Balcão das massas

A cozinha

domingo, 1 de julho de 2012

Acrópoles Restaurante

Hoje fomos almoçar no Acrópoles, restaurante tradicional de comida grega, localizado no bairro do Bom Retiro, inaugurado em 1959.

O Acrópoles é um restaurante familiar comandado pelo senhor Trasso. O local é simples, porém a comida, que é escolhida pelo cliente nas panelas da cozinha, é de excelente qualidade.

Pratos do dia: mousska de espinafre ou de carne, lula recheada, camarão aos quatro queijos no tomate, carneiro ensopado com fundo de alcachofra. Para a sobremesa provei a torta de ricota com frutas secas. Todos os pratos são acompanhados pela salada da casa. O valor médio é de R$ 80,00.

Endereço: Rua da Graça, 364
Bom Retito - São Paulo
Telefone: 3223-4386


Cozinha

Vitela

Visão do salão

Torta de ricota




sábado, 9 de junho de 2012

9/11 Memorial


Local de retirada dos ingressos

Dia 9, sábado. Antes de ir ao 9/11 Memorial, é necessário ir até ao 9/11 Memorial Preview Site, na Visey Street, retirar os ingressos para visitar o memorial. Não há um valor definido para adquirir o ingresso, costuma-se fazer uma doação para a manutenção do Museu e Memorial.

Do Preview Site até a entrada do memorial, leva-se cerca de dez minutos caminhando. Na recepção do Memorial existe todo um processo de revista e raio-x que todos os visitantes são obrigados a se submeter. Depois de liberado da revista, caminha-se pelos canteiros de obras e chega-se ao local das Torres Gêmeas, espaço onde houve a tragédia de setembro de 2001.

No exato local das Torres desturídas no ataque terrorista, cascatas de 9 metros desaguam nas piscinas que desembocam num vazio central que de tão profundo parece infinito. Nos parapeitos das piscinas estão inscritos em bronze os nomes das vítimas  que morreram nas torres e das que em missão de salvamento também se foram.

O Memorial é um local de reflexão e recordação cercado por bancos e árvores de carvalho branco, menos uma !, a "Árvore Sobrevivente" - uma pereira plantada nos anos 70 - encontrada nos escombros. A "Árvore Sobrevivente" foi levada para um parque de NY onde foi tratada e em dezembro de 2010, retornou ao local do WTC e foi colocada ao lado de uma das piscinas do memorial.


"Bandeira da Honra" com os nomes de todas as vítimas dos atentados de 11/9

Entrada para revista e raio-x

Canteiro de obras

O Memorial

Vista da nova torre do WTC vista do Memorial


Uma das piscinas

Uma das piscinas e a cascata

A Árvore Sobrevivente


Parapeito com os nomes das vítimas
Do Memorial fomos à J&R, rede de lojas de eletrônicos. Depois passamos pelo City Hall Park,  onde está a sede do governo municipal desde 1882. É um dos melhores exemplos da arquitetura americana do início do século 19.

J&R Eletronics


City Hall Park

City Hall Park

City Hall Park - Esquilo posando para foto



Do City Hall Park, pegamos o acesso à Brooklyn Bridge e caminhamos por cerca de 2 Km. Saindo da ponte viramos à esquerda na Washington Street para conhecer o bairro de Brooklin Heights. No River Café, restaurante com uma grande área extrena as noivas de NY vão para tirar fotos, com a família e os padrinhos. Seguindo, chegamos ao Brooklin Bridge Park, um calçadão com uma  visão privilegiada dos arranha-céus do outro lado do rio. O local virou ponto de encontros amorosos, em razão disso e dos restaurantes que abriga.



























Voltamos pela Furman Street, na estação Clark Street Station 2/3, pegamos a linha 3 sentido 148th Street – Harlem. Nossa parada foi na 34th Street Station – Penn Station 1/2/3/LIRR. 

O final do dia foi uma entradinha na Macy´s, considerada a maior loja de departamentos do mundo! Aproveitaamos para conhecer a famosa escada rolante de madeira que data de 1902. São nove andares servidos por uma bateria de trinta e tres elevadores.

Endereço: 151, W 34th Street, entre a 6th Avenue e a 7th Avenue
Horário: Segunda a Sábado das 10h00 as 21h30 e Domingo das 11h:00 as 20h30

Macy´s

Macy´s - Escada rolante de madeira