domingo, 23 de fevereiro de 2014

Abobrinha recheada com Cream Cheese

 
 
 
 
 
 
Vi esta receita no site da Philadelphia e fiz e gostei. Quando tirei a polpa da abobrinha, achei que seria muita coisa, pois iria acrescentar ainda, a cebola o tomate e o cream cheese, então desprezei metade da polpa. Devia ter aproveitado toda a polpa, assim o recheio ficaria mais alto - veja que nas fotos o recheio ficou baixinho, mesmo assim ficaram muito saborosas.



Ingredientes:
2 abobrinhas

3 colheres de sopa de azeite
2 dentes de alho picados
1/2 cebola picada
3 tomates concassé
2 colheres de sopa de folhas de manjericão fresco
150g Cream Cheese Philadelphia Light
Parmesão, sal e pimenta

Modo de Preparo:
Corte as abobrinhas ao meio, no sentido do comprimento.

Com uma colher, retire a polpa, pique e reserve.
Cozinhe as abobrinhas, por 10 à 15 minutos no microondas, até que estejam macias.
Refogar o alho, a cebola, a polpa, os tomates e o manjericão.
Cozinhar até que os tomates comecem a desmanchar.
Com o fogo desligado, junte o Cream Cheese Philadelphia Light
Adicionar o sal e a pimenta
Rechear as abobrinhas com o refogado, colocar as folhas de manjericão e polvilhar com o parmesão ralado.
Assar em forno pré-aquecido à 190º por 30/40 minutos



 





 

domingo, 2 de fevereiro de 2014

Tomates verdes fritos


Tomate verde, comer tomate verde lhe parece estranho ? - Num primeiro momento, para mim sim. Mas depois de experimentar os tomates fritos, minha opinião mudou completamente e acredito que que você também mudará a sua. Simplesmente ótimo, saboroso.

Tomates verdes fritos" é um prato do sul dos Estados Unidos, mas os historiadores acreditam que essa receita diferente pode ter ido para os EUA através dos imigrantes judeus. O prato é preparado com mais frequência próximo ao final da estação do cultivo de tomates, pois nessa fase os agricultores contam somente com tomates verdes que não amadurecerão antes da próxima geada e que se não aproveitá-los de alguma maneira, serão descartados no lixo.
 
O tomate pode ser servido de várias formas, com acompanhamento de carnes peixes ou simplesmente como aperitivo acompanhado de algum molho, como aqui descrito.
 
Busquei um molho que combinasse com os tomates fritos, o molho créole me pareceu o ideal. Um molho apimentado de New Orleans, que adaptei ao meu modo, um molho rémoulade, que leva tabasco, alcaparras salsinha, algo, pimenta do reino, sal, maionese, mostarda e catchup, modéstia parte, ficou com sabor  bastante marcante do jeito que eu queria.
 
Seguem as receitas do molho e do tomate ...

Molho rémoulade

Ingredientes:
9 colheres de sopa de maionese
2 colheres de sopa de salsa
2 colheres de sopa de catchup
2 colheres de sopa de alcaparra
2 colheres de sopa de leite
2 colheres de sopa de mostarda
1 dente de alho 

1 colher de chá de pimenta Tabasco vermelha
Pimenta do reino
Sal

Preparo:
Bater todos os ingredientes no processador
Acertar o sal e a pimenta (o molho deve ficar picante)
Coar e reservar na geladeira até a hora de servir


Tomates verdes fritos

Ingredientes:
6 tomates verdes
1 Xícara de farinha de trigo
2 Xícaras de farinha de rosca
2 Xícaras de farinha de milho amarela
1/2 xícara de leite
2 ovos
Pimenta do reino
Sal

Preparo:
Cortar o tomate em fatias grossas de aproximadamente 1 cm
Salpicar dos dois lados do tomate, o sal e a pimenta do reino
Empanar na farinha de trigo ligeiramente salgada
Passar na mistura de ovo batido com leite
Empanar na mistura de farinha de rosca com a farinha de milho amarela

Fritar os tomates, dos dois lados, até que fiquem dourados, em óleo bem quente
Escorrer em papel toalha

Servir com o molho rémoulade/créole







 

 













 

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Papardelle ao pesto genovês nordestino


O pesto genovês é um molho a base de manjericão, tradicionalmente feito com alho, pinhole ou nozes. Adaptei minha receita e utilizei um produto regional do nosso nordeste, a castanha de caju.

 
A massa, ou pasta, como queiram, encontrei num Pão de Açúcar, uma massa italiana, fresca do pastifício Giovanni Rana, o papardelli, num saquinho de 300 g.

 
No dia seguinte procurei em outros PA e não encontrei. O PA tem muito disso, alguns produtos importados, você encontra somente em algumas lojas outras não. Acho que até que o estoque de cada loja é único, é o caso do pão de miga, importado da Argentina, e encontrado somente em Moema.

 
Todo blá blá blá acima, só para falar no principal, o molho PESTO, e ai vai a receita:
 





Para acompanhar ou harmonizar a pasta, um Chardonnay.
Tinha na minha cave um exemplar da Casa Valduga, o Leopoldina Premium safra 2012, que cumpriu muito bem o seu papel, aliás um excelente Chardonnay nacional. Nosso país está se especializando em grandes espumantes e ótimos chardonnay´s.
 









Ingredientes:
250 g de massa (al dente)
 
80 g de cajú picado
30 g de folhas de manjericão
3 colheres de sopa de grana padano ralado fino
4 dentes de alho
1 xícara de azeite virgem de oliva
Sal e pimenta do reino a gosto
 
Preparo do pesto:
Num processador colocar o alho, o manjericão e o azeite
Bater até virar uma pasta
Acrescentar o queijo ralado, e o cajú
Bater por mais 3 minutos, e pronto

O molho está pronto para acrescentas à massa

 fotos ...