sexta-feira, 8 de junho de 2012

Estátua da Liberdade

Dia 8, sexta-feira. Nosso passeio de hoje, foi visitar o Charging Bull, a Trinity Church , Battery Park, Estátua da Liberdade, Ellis Island, World Financial Center, Bolsa de Valores, Federal Hall, South Street Seaport e as lojas TJ Maxx e Century 21.

Nosso passeio de hoje começou pela Trinity Church que fica próxima a estação Wall St Station, igreja construida em 1846 em estilo gótico, é a terceira igreja a ser erguida no mesmo local. Seu campanário, que já foi a mais alta estrutura da cidade, está encoberto pelos arranha-céus em volta. Em seu cemitério estão nova-iorquinos famosos dos primeiros tempos da cidade.

Trinity Church

Trinity Church

Trinity Church

Trinity Church - Cemitério

Trinity Church - Cemitério

Charging Bull - Touro de bronze de 3200 Kg que é o mascote oficial da Wall Street. Esta escultura simboliza força, poder e esperança para o futuro. Inicialmente a escultura foi colocada na frente da Bolsa de Valores. Foi retirado por obstruir o tráfego e não ter permissão para ficar alí. O departmento de parques deu à escultura um local "temporário" na Broadway St, onde permanece até hoje.

Aglomeração de turistas para tirar a foto com o Touro


Battery Park, esse park fica no extremo sul da cidade, no início da Broadway St. O nome do parque vem dos tempos em que havia uma bateria de canhões para proteger a baía. O local é um bom lugar para apreciar a vista para o Hudson River e Estátua da Liberdade. Os tickets para a Estátua da Liberdade são adquiridos no Castelo Clinton. O percurso até a Liberty Island é feito pela balsa Statue Cruise Ferry, que sai do Battery Park.
 
Battery Park

Battery Park


Castle Clinton

Castle Clinton

Castle Clinton

Balsa Statue Cruise Ferry

Balsa Statue Cruise Ferry

A Estátua da Liberdade, moldada com trezentas folhas de cobre, foi um presente da França para o povo americano e é um símbolo universal da liberdade e democracia. A estátua atualmente está em reforma portanto a visitação à parte interna da estátua não é permitida.
 

Liberty Island




Estátua da Liberdade na adolescência



Estátua da Liberdade


 
Lanchinho após a visita da estátua
 Da Liberty Island, novamente pegamos a balsa para ir até a Ellis Island, local onde está  o Museu  da Imigração. O local funcionou como centro de recepção dos imigrantes de 1982 até 1954. Boa parte dessa história é contada por meio de fotos e vozes de imigrantes reais e um banco de dados rastreia ancestrais. Do lado de fora fica o maior muro com nomes inscritos do mundo, onde se pode localizar algum ancestral da família.



Museu do Imigrante
Museu do Imigrante
Museu do Imigrante
Do Museu da Imigração seguimos até o World Financial Center, um centro vital para a recuperação de Lower Manhattan e os danos que sofreu no ataque ao World Trade Center. Quatro torres de escritórios alojam algumas das mais importantes empresas financeiras do mundo. Entre as quatro torres fica o belíssimo Winter Hall – vasto espaço público de aço e vidro, com palmeiras de 15 metros de altura, ladeado por 45 lojas e restaurantes, que dá para uma animada praça e marina à beira do rio Hudson.


O próximo ponto turístico foi o Nova York Stock Exchange, o centro dos mercados financeiros do mundo fica neste prédio de 17 andares construído em 1903. É a bolsa de valores de NY. Não está aberta ao público por motivos de segurança. Endereço: 20, Broad Street, entre a Exchange Place e a Wall Street.




New York Stock Exchange

New York Stock Exchange

New York Stock Exchange

Depois do intervalo na Tj Maxx, passamos pelo Federal Hall, prédio construido como a sede da Alfândega dos EUA em 1842, esse prédio clássico, reformado em 2006, tem uma exposição sobre a Constituição. É uma das mais belas edificações clássicas da cidade. Uma estátua de bronze de George Washington, em seus degraus, marca o lugar da posse do primeiro presidente do país, em 1789. Endereço: 26, Wall Street, esquina com a Nassau Street.


George Washington à frente do Federal Hall
 Continuamos caminhando pela Liberty Street, que depois de um tempo vira Maiden Ln, e já na South Street chegamos ao South Street Seaport, uma linda região histórica que foi restaurada e repleta de restaurantes deliciosos. O fim de tarde - happy hour - desse lugar é bem agitado. O Pier 17, tem 3 andares de lojas, restaurantes, um salão de dança e barracas de comida. Do topo, tem-se uma das vistas mais bonitas para a Brooklyn Bridge e os navios históricos. Endereço: 12, Fulton Street, esquina com a South Street.


Navio ancorado no Pier 17

Entrada do Pier 17

Pier 17 - parte interna

Vista do Pier 17


Fulton St.
Fulton St.
Fulton St.


Fulton St.
  
Fluton St.


Fluton St.

Fulton St.

Fulton St.

Para fechar a tarde com chave de ouro, fomos visitar - com duas mulheres visitar uma loja é termo meio vago - a loja Century 21. É uma loja super conhecida por ser um dos melhores lugares para se encontrar roupas de grife a preços incríveis. Porém o que muitos nem se lembram quando chegam lá é que no subsolo tem uma seção de casa. Então sempre vale dar uma passadinha, principalmente se tiver um espacinho sobrando na MALA, sim mala bem grande né. Fomos obrigados a comprar uma mala com rodinhas para colocar as compras da Century 21, pois nossas mochilas, a minha e do Marcelo, já não havia mais espaço. Endereço: 22, Cortland Street, entre a Broadway e a Trinity Place.

E  para terminar o dia, Pizza para o jantar



 





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário !